Olá amiga(o)tudo bem? Quero agradecer pela sua visita a este espaço. Este blog é um lugar de amizade e informação entre pessoas. Que ele seja um lugar da mais Alta Shalom do Eterno. Desde Sião, que chuvas de bençãos caia sobre voçê e os seus amados. Que O Eterno D'us lhe exalte e bendiga! ✡ALESSANDRO MARTINS PAULA ✡: Julho 2009

sábado, 18 de julho de 2009

HUSSEIN OBAMA! NO YOU CAN'T! - OBAMA, NÃO!



"Obama, não, voçê não pode! Não pode tirar a terra biblica do povo biblico." "Não, voçê não pode! Não pode impedir que o mundo muçulmano continue a odiar a América depois que vender os judeus!" "Não, voçê não pode! Não pode por em risco a segurança de Israel em troca de promessas e acordos inúteis!" "...Essa solução com dois estados e uma fórmula para fazer acontecer a "solução final" do estado de Israel..." - Fonte: Jerusalém Post - O ódio aos judeus, por parte dos muçulmanos obedientes a Maomé, e o maligno apoio que recebem da maior parte do mundo continuam até hoje numa determinação satânica de exterminar o Estado de Israel. Esse ódio indica qual é a chave para os problemas no Oriente Médio, que seriam resolvidos se os muçulmanos e o mundo aceitassem e obedecessem ao que está escrito claramente na Bíblia. É óbvio que o mundo está entregue a uma imoralidade crescente e busca cegamente a “concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida” 1 Jo 2.16. Isso demonstra sua contínua rebelião contra o Eterno D'us. Até mesmo os ímpios sabem Rm 1.32 que todos que participam dessas coisas serão considerados culpados pelo “Juiz de toda a terra” Gn 18.25; Jo 5.22; Ap 20.12-15. Entretanto, existe outra grave demonstração de desobediência a D'us, que chega a ser um desafio aberto, na qual todo o mundo está unido: o apoio aos descendentes de Ismael para o estabelecimento de um “Estado Palestino” dentro de Israel. A persistência dessa exigência ilegítima, apoiada pelo resto do mundo, constitui uma rejeição clara do testemunho das Escrituras e rebelião contra o Eterno D'us de Israel. A promessa de D'us em relação à terra é muito clara: “porque toda essa terra que vês, eu ta darei, a ti e à tua descendência, para sempre” Gn 13.15; “...fez o SENHOR aliança com Abrão ...À tua descendência dei esta terra, desde o rio do Egito até ao grande rio Eufrates” Gn 15.18; “toda a terra de Canaã, em possessão perpétua...” Gn 17.7-8.
"Nosso direito a esta Terra Santa está totalmente assegurado, é inalienável e eterno... Este direito... não pode ser retirado sob circunstância alguma... [os israelitas] não têm poder nem jurisdição para negá-lo às gerações vindouras... até que venha a grande redenção, nunca devemos abrir mão desse direito histórico." David Ben Gurion